Apoio Mútuo

Mudanças sérias precisam acontecer

Tag: feira de santana

Favela Viva (Casa da Resistência, Feira de Santana, BA)

Iniciamos uma nova etapa das ações de solidariedade e proteção à vida do Comitê de Solidariedade Popular – Covid-19 – Feira de Santana com a campanha FAVELA VIVA, as contribuições podem ser feitas em dinheiro ou em materiais. Nosso objetivo é ampliar e tornar permanentes essas ações comunitárias, atendendo mais famílias e regiões da cidade, que sofre com a total falta de assistência. Os mais pobres são alvo de uma política genocida por parte da Prefeitura, enquanto a contaminação se espalha e os casos aumentam. Com sua contribuição nosso Comitê vai viabilizar as seguintes ações de proteção à vida:

  • Ações solidárias semanais com distribuição comunitária de kits de higiene e limpeza e alimentação em comunidades pobres, ocupações sem-teto, catadores de materiais recicláveis, com a população em situação de rua, trabalhadores/as desempregados/as, comunidade trans, presos e presas e familiares de vítimas do Estado;
  • Produção comunitária de máscaras em larga escala, em parceria com a ASCOMGA (Associação Comunitária do George Américo) e distribuição gratuita nas comunidades pobres e setores vulneráveis de Feira de Santana;
  • Compra e distribuição de Cestas Básicas para famílias vulneráveis organizadas e cadastradas pelo Comitê de Solidariedade Popular e nossas organizações comunitárias;
  • Montagem de uma Cozinha Comunitária na Casa da Resistência para ampliar a produção e distribuição de refeições;
  • Equipe comunitária de desinfecção, com EPIs adequados (pulverizadores, macacão, máscara de gases, etc.) e materiais de desinfecção (quaternária de amônia, hipoclorito, etc.) para ações de desinfecção em nossos territórios;
  • Produção de informação comunitária, com boletins em áudios, impressos e cartazes sobre cuidados com a saúde e proteção contra a Covid-19;
  • Campanha de agitação e propaganda pelo Fora Bolsonaro e de denuncia contra a política genocida dos governos e capitalistas e ampliação da auto-organização comunitária e da ação direta popular para exigir dos governos, também por meios judiciais, a aplicação das medidas sanitárias e sociais necessárias como descritas no nosso Programa pela Vida;
  • Lançamento dos livros Marighella: Estratégia e Revolução e Minimanual do Guerrilheiro Urbano de Carlos Marighella, em parceria com o Editorial Adandé, com toda a venda revertida para as ações solidárias e cestas básicas.

As doações podem se feitas em dinheiro em Banco do Brasil Agencia 4481-4 Conta Corrente 8068-3 (CPF 032.366.635-37) ou em materiais na Casa da Resistência (Rua César Martins da Silva, 35, Centro) ou entrando em contato por 75.98107-5552 ou @casadaresistencia.

Leia e divulgue o Programa pela Vida com medidas sanitárias e sociais urgentes e planejamento estratégico para combater o Covid-19 e evitar milhares de mortes em Feira de Santana, em bit.ly/ProgramaPelaVidaFeira

Leia nosso Comunicado de março/abril de 2020 “Defenestrar Bolsonaro, criar uma Alternativa Revolucionária de Poder do Povo”, que pode ser baixado em formato de fanzine, em bit.ly/FanzineCSP

Veja o primeiro balanço do Comitê de Solidariedade Popular, em bit.ly/BalancoComite

Comitê de Solidariedade Popular – Covid-19 (Casa da Resistência, Feira de Santana, BA)

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE POPULAR – COVID 19
SÓ O POVO SALVA O POVO!

A crise sanitária sem precedentes aberta com pandemia do COVID-19, com tendência a ampliação e probabilidade de milhões de contaminações e mortes nas próximas semanas em todo o país, será agravada pela precariedade da saúde pública e a falta de condições adequadas para cuidar dos doentes. A agenda neoliberal e genocida com cortes sucessivos cortes na saúde, o teto de gastos da PEC da Morte, a inoperância de governos, a ganância assassina de patrões, além da condução criminosa e irresponsável do governo Jair Bolsonaro diante da crise, podem ser responsáveis por uma situação catastrófica para o nosso povo, em especial a maioria negra e pobre, moradores de favelas e comunidades que vivem em condições precárias e/ou insalubres, os presos e presas do sistema carcerário e as massas de trabalhadores precarizados obrigadas a trabalhar ou que ficaram sem condições de sustentar e alimentar suas famílias.

A situação que tende a se agravar pode matar milhões de pessoas e por isso é urgente levantar um Comitê de Solidariedade Popular para combater o COVID-19 e através do apoio mútuo e da auto-organização proteger principalmente a população em vulnerabilidade social e os grupos de risco, assim como, defender um programa mínimo de reivindicações populares e organizar as lutas para exigir dos patrões e governos as medidas necessárias para garantir a saúde e a vida do nosso povo e dignidade para que as famílias pobres e as massas trabalhadoras possam sobreviver durante esse período de crise que pode durar por meses. Não é hora de medo, desespero ou resignação, é mais do que nunca é hora de ação, solidariedade, autoproteção, cuidados e combate a desinformação, ao individualismo e egoísmo, pois só o povo salva o povo!

Por isso, desde a Casa da Resistência – FOB e nossa rede de projetos e solidariedade propomos:

  • Organizar uma campanha de doações de itens básicos de higiene, limpeza e alimentos para setores mais vulneráveis do povo que vive em favelas, comunidades pobres, ocupações e para a massa carcerária.
  • Utilizar a Casa da Resistência (rua César Martins da Silva, 35, Centro) e outros pontos comunitários para receber doações, cadastrar voluntários para fazer a coleta edistribuição, profissionais da área de saúde ou quem possar ajudar de alguma forma, além da produção e divulgação de informações sobre protocolos de segurança para evitar o COVID-19.
  • Organizar as lutas com um programa mínimo para exigir dos patrões o direito à quarentena, medidas necessárias dos governos para a saúde do povo, garantias sociais para trabalhadores/as formais, precarizados/as e desempregados/as, ligando as lutas locais ao #ForaBolsonaro.
  • O comitê tem também um caráter anticapitalista, fomentando a auto-organização e a solidariedade, propondo a superação do sistema de dominação, responsável pela degradação socioambiental que produziu essa crise, participando também das iniciativas e ações contra o governo neofascista, criminoso e irresponsável Bolsonaro/Mourão.

Militantes de movimentos e coletivos populares, simpatizantes, pessoas da área de saúde ou que possam ajudar nas coletas e distribuições, apoiar com estrutura ou outras demandas podem se voluntariar no Comitê de Solidariedade Popular – COVID 19 (Feira de Santana) e as doações podem ser feitas em nossa sede ou entrando em contato por mensagem nas nossas redes sociais em @casadaresitencia e pelo Whatsapp 75.98107-5552.

Para mais informações acesse o Facebook da Casa da Resistência

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén