Os warao são o segundo povo indígena mais populoso da Venezuela e habitam a região do Delta do Orinoco. Desde 2014 tem empreendido migrações para o Brasil em busca de melhores condições de vida, entrando no país pela fronteira de Roraima e seguindo para o Amazonas e Pará.

Em Marabá, no Estado do Pará, as famílias de refugiados warao estão morando em uma casa alugada compartilhada por cerca de 30 pessoas, e têm vivido basicamente de mendicância. Como são uma população grande confinada em um espaço pequeno, e passam uma parte de seus dias nas ruas em busca de sustento, estão em estado de extrema vulnerabilidade em relação à COVID-19. Precisamos com urgência apoiar a sobrevivência dessas famílias nesse momento de crise.

O momento exige solidariedade e apoio mútuo com o próximo, principalmente com aquelas pessoas que estão divididas e classificadas por longas cadeias de opressão e violência. Com a campanha “Os warao precisam de sua ajuda nessa crise”, a Rede de Apoio Mútuo Indígena do Sudeste do Pará conta com você para auxiliar na segurança alimentar dos warao em Marabá/PA e nas ações para proteção contra a propagação da COVID-19 nentre essas famílias.

Faça parte dessa rede de apoio! Essa campanha garantirá a aquisição de cestas básicas e de materiais de higiene e máscaras para distribuir para as famílias warao em Marabá/PA, bem como o pagamento do aluguel de suas habitações.

Quem somos

A Rede de Apoio Mútuo Indígena do Sudeste do Pará é uma cadeia de informação e apoio voltada para inspirar e fortalecer a organização autônoma de ajuda indígena em resposta à COVID-19.

Facebook: https://fb.com/apoiomutuoindigena

Vídeo da campanha no YouTube: https://youtu.be/xz-UhAH5TBQ