Apoio Mútuo

Mudanças sérias precisam acontecer

Tag: comunidades

Yoga Coletiva: apoio mútuo em tempos de Covid-19

O apoio mútuo é um dos pilares do anarquismo. E é em crises como a pandemia de COVID-19 que ele se faz mais presente e importante. Esse vídeo é um registro de como um grupo de afinidade busca manter a sua saúde mental e física através da Yoga.


Um convite de Antimídia

Antimídia está produzindo uma série de vídeos sobre ações de apoio mútuo nos territórios chamados de “Brasil”. Envie você também registros e depoimentos sobre ações semelhantes das quais você ou grupos próximos participam. Entre em contato com a Antimída: https://antimidia.noblogs.org/contato/

[Marabá/PA] Os warao precisam de sua ajuda nessa crise

Os warao são o segundo povo indígena mais populoso da Venezuela e habitam a região do Delta do Orinoco. Desde 2014 tem empreendido migrações para o Brasil em busca de melhores condições de vida, entrando no país pela fronteira de Roraima e seguindo para o Amazonas e Pará.

Em Marabá, no Estado do Pará, as famílias de refugiados warao estão morando em uma casa alugada compartilhada por cerca de 30 pessoas, e têm vivido basicamente de mendicância. Como são uma população grande confinada em um espaço pequeno, e passam uma parte de seus dias nas ruas em busca de sustento, estão em estado de extrema vulnerabilidade em relação à COVID-19. Precisamos com urgência apoiar a sobrevivência dessas famílias nesse momento de crise.

O momento exige solidariedade e apoio mútuo com o próximo, principalmente com aquelas pessoas que estão divididas e classificadas por longas cadeias de opressão e violência. Com a campanha “Os warao precisam de sua ajuda nessa crise”, a Rede de Apoio Mútuo Indígena do Sudeste do Pará conta com você para auxiliar na segurança alimentar dos warao em Marabá/PA e nas ações para proteção contra a propagação da COVID-19 nentre essas famílias.

Faça parte dessa rede de apoio! Essa campanha garantirá a aquisição de cestas básicas e de materiais de higiene e máscaras para distribuir para as famílias warao em Marabá/PA, bem como o pagamento do aluguel de suas habitações.

Quem somos

A Rede de Apoio Mútuo Indígena do Sudeste do Pará é uma cadeia de informação e apoio voltada para inspirar e fortalecer a organização autônoma de ajuda indígena em resposta à COVID-19.

Facebook: https://fb.com/apoiomutuoindigena

Vídeo da campanha no YouTube: https://youtu.be/xz-UhAH5TBQ

Doações de cestas básicas e máscaras para as famílias das comunidades do Alto da Boa Vista (Favela em Desenvolvimento, Rio de Janeiro, RJ)

Renna Leta, colunista da Voz da Comunidade está articulando uma distribuição de cestas básicas e máscaras nas favelas da quebrada dele. Recebeu pedidos de mais de 120 famílias. A arrecadação vai até o dia 25/04, para que haja tempo de encomendar e doar ainda este mês.

Para apoiar: picpay.me/rennanleta

Ajude Heliópolis a enfrentar o Coronavírus! (UNAS, São Paulo, SP)

Diante do agravamento da situação do Coronavírus e seus impactos na favela, estamos lançando uma campanha para ajudar as famílias mais vulneráveis da favela de Heliópolis. Tentando viabilizar o mínimo, como alimentos e material de higiene.

Doe Agora e Ajude Heliópolis

Estamos recebendo as doações em nossa sede central, localizada na Rua Da Mina, nº 38 – Heliópolis, das 10h00 às 16h00.

Como ajudar:

A doação de recursos financeiros, será extremamente importantes para pagarmos todos os custos envolvidos na logística de distribuição, como: Máscaras, Luvas e Álcool em Gel.

SUA SOLIDARIEDADE PODE SALVAR UMA VIDA!

Banco: Caixa Econômica Federal (104)
Agência: 3124
Conta: 376-7
CNPJ: 38.883.732/000.1-40
UNAS – União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região.

Acesse: unas.org.br/single-post/Ajude-Heli%C3%B3polis-a-enfrentar-o-Coronav%C3%ADrus

Campanha solidária Morro Santana (Grupo de Ajuda Mútua, Porto Alegre, RS)

EM CARÁTER DE URGÊNCIA, O QUE FOR ARRECADADO ESTE ANO SERÁ USADO NA PREVENÇÃO DO CORONAVÍRUS NO ENTORNO DO MORRO SANTANA

Com o avanço do covid-19 em Porto Alegre, medidas simples apontadas por médicos e especialistas como fundamentais no combate ao vírus, como lavar as mãos com água e sábado e usar álcool gel se tornam algo muitas vezes impossibilitado para várias parcelas da população. Especialmente no caso dos moradores de vilas e periferias, onde a experiência de cidade é marcada pela precariedade no acesso à serviços básicos, como saneamento básico e água encanada, a situação provocada pela pandemia pode se tornar um elemento de agravamento das condições de saúde e vida destas pessoas.

Por conta disso, iniciamos uma campanha para o recolhimento de itens de higiene apontados como fundamentais no cuidado diário para impedir a disseminação do coronavírus. Estamos solicitando doações através de nossa vaquinha online para podermos obter álcool gel, sabão líquido e outros produtos de higiene pessoal e domiciliar.

Diante dessa situação de calamidade, solicitamos a colaboração de todas e todos nessa luta não só contra o vírus, mas também contra seus efeitos sociais perversos.

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/apoie-a-voz-do-morro-0f4b7ee1-243f-4e11-aede-a33faeaadb7e

Serrão sem corona (Frente de Ação do Aglomerado da Serra, Belo Horizonte, MG)

A Frente de ação do Aglomerado da Serra é para nos protegermos do Coronavírus e de seus impactos socioeconômicos prejudiciais para a Favela.

No Aglomerado da Serra, a terceira maior favela do Brasil, nós moradoras e moradores, incluindo produtoras/es culturais, professoras/es, ativistas, associações, artistas, empreendedoras/es, conselheiras/os tutelares, comerciantes, entre outras/os, nos unimos, de forma voluntária e autônoma, para conter a disseminação do vírus na nossa comunidade.

Serrão Sem Corona é uma rede de apoio para:

  • Garantir que informações importantes de cuidado em relação à Covid-19, com uma linguagem acessível, cheguem até as pessoas;
  • Garantir que moradoras e moradores com mais necessidade tenham acesso à alimentação básica e materiais higiene;
  • Tentar desenvolver junto com moradoras e moradores a consciência da importância do isolamento social, para evitarmos ao máximo a circulação e a aglomeração de pessoas na nossa comunidade nesse período de pandemia.

https://evoe.cc/serraosemcorona

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén