Apoio Mútuo

Mudanças sérias precisam acontecer

Tag: financiamento coletivo

Máscaras Solidárias (Ateneu Libertário A Batalha da Várzea, POA, RS)

No RS, é obrigatório o uso de máscaras de proteção contra o Coronavírus, seja na rua ou no transporte coletivo. Mas não é todo mundo que pode comprar máscaras para si e para sua família. Por isso, lançamos a campanha Máscaras Solidárias, pois proteger a própria saúde e de quem nos rodeia é um direito de todas e todos.

Quer colaborar?

Acessa o link e faça sua doação:
http://vaka.me/1050269

A ideia é arrecadar dinheiro para a confecção do maior número de máscaras possível, priorizando o serviço de costureiras/os autônomas/os, cooperativas têxteis e pequenas empresas, nesta ordem, para ajudar na geração de renda do povo.

As máscaras serão distribuídas entre a rede de organizações, coletivos e associações parceiras do Ateneu, de acordo com a demanda e a urgência de cada parceiro, na região de Porto Alegre. Solidariedade é ação, é mais que palavra escrita!

Apoio emergencial à ocupação Chiquinha Gonzaga (Rio de Janeiro, RJ)

Além de lidar com os efeitos da pandemia, a ocupação passa por graves problemas elétricos e hidráulicos de longo tempo, causando sérios riscos de incêndio no prédio pela não condição de sua manutenção. Por isso estamos solicitando a ajuda de todas as pessoas que puderem colaborar nessa campanha de arrecadação. É necessário realizar a manutenção dessa estrutura urgentemente! Além do mais, ressaltamos ainda que os problemas hidráulicos estão prejudicando a saúde de todas e todos, o que torna os moradores da ocupação mais vulneráveis as complicações do coronavírus.

A Chiquinha Gonzaga é uma importante ocupação urbana organizada e localizada no centro do Rio de Janeiro. Ocupação precursora, que impulsionou outras e possibilitou assim que diversas famílias tivessem uma habitação e se integrassem na luta por habitação popular para outras pessoas.

A ocupação, que completa 16 anos de resistência agora em julho de 2020, também está sentindo na pele os efeitos do agravamento da situação de desigualdade econômica e social que essa pandemia coloca. São trabalhadores autônomos, camelôs ou têm vínculos precários de trabalho e nesse momento de crise sanitária muitos estão desempregados ou perderam sua renda diária por não poderem estar trabalhando.

Sabemos que estamos todos com dificuldades e preocupados em resolver nossos próprios problemas em meio a essa pandemia, mas essa situação catastrófica não atinge a todas da mesma forma. Nesse momento, solidariedade e apoio mútuo se fazem mais necessários que nunca.

Acesse: http://vaka.me/1039763

Fundo de emergência para pessoas TRANS (Casa Chama, São Paulo, SP)

Casa Chama é uma organização civil que objetiva o fortalecimento de pessoas trans. Em 2019 foram responsáveis por 344 ações – protagonizadas por essa população. As principais linhas de ação se destacam em: formação de rede, atendimentos de saúde, projetos culturais e assistências jurídicas. Que chegou a beneficiar cerca de 4.000 pessoas diretamente.

Atualmente a organização assiste aproximadamente 50 pessoas trans de forma presencial. Em paralelo, cerca de 200 pessoas trans são acompanhadas remotamente: 90% delas residem na cidade de São Paulo, estando 85% em situação de profunda vulnerabilidade social.

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fundo-de-emergencia-para-pessoas-trans-1-3

Segura a curva das mães (Instituto Casa Mãe, São Paulo, SP)

A Casa Mãe é um projeto sobre maternidade na real. Fugindo da romantização. Combatendo as idealizações. Lutando por um mundo bem legal para se ser mulher, viver (ou não viver) a maternidade e criar as crianças que por aqui chegam para continuar essa história de humanidade. Bora?

O Instituto realizou um mapeamento emergencial de mulheres que são mães e se encontram em situação de vulnerabilidade causada ou agravada pela pandemia do coronavírus, a COVID-19. O objetivo era encontrar e apoiar mulheres responsáveis por crianças, adolescentes, pessoas com deficiência e limitações temporárias e idosos. Já foram cadastradas mais de 700 mães e assim que promoverem apoio, ajuda e acolhimento a todas elas abrirão para ajudar mais mães.

Para poderem continuar cadastrando o pessoal do Instituto precisa de apoio e você isto por aqui:

https://benfeitoria.com/casamae

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén